Notas 11.08

20768044_1372161929518804_7447577756097239389_n

 

-Minhas aulas voltaram ,isso significa que o tempo está passando mais rápido do que eu imaginava.Já se foi um mês de férias!

-Descobri que eu sou mais mole do que eu imaginava.(doses altíssimas de sensibilidade)

-Tem 03 músicas que me fazem chorar.(fim do post)

-Este livro tão pequenino ,tem me ensinado muito! Indico ele como acessório de bolsa.

20767983_1372254212842909_800133640684490596_n

-Chorei no almoço. ( Tinha uma família de moradores de rua,com duas crianças na porta do restaurante,e alguém pediu para que eles entrassem e se servissem. O que me emocionou mais é que o moço que pagou a refeição a família pediu para sentar na mesma mesa que eles,e eles almoçaram juntos) O sorriso das pessoas é algo bem gratificante ao nossos olhos. Me faz refletir sobre as futilidades do mundo sobre “ter” algo “bom” e ser alguém “belo” quando as coisas da vida são mais intensas que tudo isso. Ver o sorriso de uma mãe podendo oferecer algo aos seus filhos,é gratificante,porque quando a gente ama, quer que a pessoa que amamos esteja feliz,eu penso assim!

-Comprei um açaí com granola.Na hora de montar a atendente colocou leite ninho toda feliz,para me agradar! Eu não gosto de leite ninho,mas agradeci!

-Percebi que eu cozinho tão mal,que fica muito bom!

-Aumentei minha média diária de café, e não sei se isso é bom ou ruim!

-Comecei um novo bordado!

-Comprei um presente hoje para uma pessoa querida,adoro dar presentes sem ter data comemorativa sabe? Presente é você ver algo e lembrar de alguém que gosta!

-Vai ter Criolo na cidade! E o ingresso tá na mão !

-Vontade de viajar …

 

 

 

Anúncios

MAIS AMOR,POR FAVOR!

A primeira vez que eu li essa frase “mais amor por favor…” eu ainda não sabia do real sentido dela em nossa vida.

20620781_1365535433514787_3386942428843322446_n

Com o tempo fui percebendo que a gente escuta muito falar em AMOR e tem gente que até romantiza muita coisa, mas se pararmos para fazer uma análise profunda dessa frase, entenderíamos que ela trata de algo muito maior, em que toda nossa sociedade está inserida.

Como poderia classificar, o Caos do Desamor!

 

Muita gente faz ligação da palavra “amor” a relação de duas pessoas, num plano ligado somente a relacionamentos, e a gente percebe que tudo é muito mais abrangente do que só a visão ótica do amor.

Já reparou que perdemos momentos na vida que jamais teremos a oportunidade de repeti-los? Ou aquele café com alguém que você tanto gosta que não pode ir por conta de uma reunião de trabalho, aquele almoço em família num domingo qualquer, comida de mãe, de vó, ou carinho, que a gente não pode comparecer pois tinha um trabalho de faculdade.

A gente perde muito em relação ao amor!

 

Perdemos por não DOAR amor, perdemos por não saber receber amor, perdemos por ser capitalistas e estar inseridos numa sociedade que cumpre sempre o mesmo protocolo.

Perdemos amor, por vergonha de demonstrá-lo.

Perdemos amor por não saber admirá-lo.

Perdemos momentos de amor, quando deixamos nossos filhos serem criados por terceiros, e passamos com eles duas horas por dia, pois precisamos estar fora, no trabalho dia todo.

Perdemos amor quando acreditamos que possuímos alguém, só pelo simples fato de amá-lo.

Nós vivemos nos desviando do amor, quando talvez ele esteja nas coisas simples, e fáceis de lidar.

Aquele “bom dia “ não dado no elevador, pode não ter algum significado no seu dia, mas também pode acrescentar um pouco de doçura no dia de alguém que enfrenta uma batalha interna qual você nunca saberá.

 

Os nossos fardos diários, as vezes tão pesados, podem sim, ser aliviados com um pouco de amor. Mas para isso é preciso que percebamos qual o nosso nível de doação de amor, os quão sensibilizados estamos para que nossa ótica seja alterada.

 

Aquele vendedor de doces, que fica logo na esquina. Você já o viu como pessoa?

Ou somente o vê todos os dias como alguém que está parado todos os dias no mesmo lugar, vendendo as mesmas coisas?

A gente perde muito amor, quando vemos as pessoas só pelo que são fisicamente, sem saber o que elas carregam.

E mesmo achando que sabe muito de alguém, tenha uma certeza!

Você não sabe muito dessa pessoa!

E talvez não precise saber muito para amá-la.

 

O amor verdadeiro é muito mais forte do que as nossas próprias teorias, crenças, pré-conceitos, julgamentos, posses, palavras e pensamentos.

O amor é ação constante, e aprendizado!

 

E quem sou eu, para falar de amor?

 

20526125_1365535470181450_5000727412101634369_n

 

 

 

Me dê um gole de vida (…)

 

16196087_1191478837587115_1139353984287430861_n

Gosto das lembranças,dos gostos,dos cheiros,e das pessoas.
Gosto de cada detalhe, de cada palavra dita,de cada música e dos lugares que já fui.
Gosto da descoberta, e da minha fase menina,sem medo de nada e com uma coragem avassaladora.
Gosto do gosto de apreciar,das pessoas que te alegram o dia,do jornal que serve pra decorar,das misturas de cores,da diferença do paladar,gosto dos becos da vida, dos momentos inusitados,de cada momento que vivi,das bebidas que eu bebi.

Gosto dos olhares que captei,dos beijos que já dei,das mãos que eu pude segurar,

Gosto dos dias nublados,do café quente ou do filme porcaria com pipoca.

Gosto do sair sem rumo,e sem hora pra voltar, das pessoas que eu podia partilhar ,dessa gente que entende minha loucura.

Gosto daqueles papos de boteco,depois do trabalho,daquela fala poética que sempre me deixa pensar,

Gosto dos encontros do metrô,e cada gente linda que eu já pude encontrar.

Ahh,se a paulista falasse,e contasse ao Tatuapé,o tanto que meu coração já pulou por esses lados.

Gosto do pingado barato,e da cerveja quase de graça,e fazer meu coração funcionar 24 horas ,sem nenhuma luz desligar.

Gosto desse pulsar lindo,que faz a gente sonhar sempre,que nem as peças de teatro quais eu saio contente.

Gosto da sede de vida,desse pulsar louco que faz a gente motivar,viver,amar.

As luzes da cidades,sempre indicaram minha direção.

“Me dê um gole de vida?”

Parabéns,SP ❤

 

Seja para os outros,

O que você gostaria que fossem para você.

dec2da4bc411b0532ade10599941343f

De todas as nossas buscas diárias encontrar alguém de bom coração ultimamente tem sido algo desafiador, e nesses momentos a gente perde o ânimo em relação as pessoas,e as vezes até em relação ao nosso próprio comportamento.

Ser alguém do bem exige motivação diária,e reforços constantes.Achar defeito nas pessoas já é uma característica quase nata do ser humano,e nem sempre reparar e corrigir os nossos defeitos é uma atividade exercida diariamente.

Ser o que você gostaria que fossem com você é tão desafiador quanto encontrar alma nas experiências vividas.

 

A pergunta que fica,é se você hoje já fez algo para alguém,qual você gostaria que fosse feito com você?

 

a4beeef0d37bd7a5a9571e3546cd6586.jpg

Coisas bobas,as vezes sem sentidos ou motivos reais,tipo um telefonema pra alguém que você não vê faz tempo,um abraço em alguém tão próximo,um agrado ,ou uma flor,uma carta ou um texto,uma comida diferente,ou um desenho teu,uma música chegando inbox com os dizeres : “lembrei de você”….

Viver é algo mesmo muito expressivo,que precisa ser cuidado dia a dia. . .  E eu diria que é muito mais fácil desejar do que exercer…

Mas ficaria muito mais fácil se a gente se conscientizasse de quão importante podemos ser na vida de alguém,ou o quão podemos mudar o dia de alguém com tão pouco.

f8c4613a4503652ea8c9f3f4bc52a2c3

Costumo dizer que somos armazenadores de todos os tipos de energias e cores,e espalhamos por onde vamos,tudo que desejamos.

Aquela pequena e gostosa sensação de alívio em dizer o que se pensa,amar como se sente,pensar o que se quer e fazer o que se gosta,logo demostrar o que se tem para oferecer.

671072b8b865c236cc1174f011026ed0

 E você já despertou algum sentimento bom em alguém hoje?

 

Reflexões-Sentimentos -Mudanças

Nessa última semana do ano,resolvi ocupar um tempo deste dia para escrever coisas aleatórias,sobre eu,sobre este ano,sobre adaptações,sentimentos e por aí vai.

image

Foto por: Ariadne Ferrari

Pra entrar no clima dessa reflexão toda,eu escolhi uma playlist baseada em um dos filmes que eu tenho plena admiração “O fabuloso destino de Amélie Poulain” clica no play,e entra no clima do post.

Tanta coisa aconteceu esse ano,e por mais que tenha sido um ano muito difícil na minha vida ,ainda assim eu não poderia julga-lo ruim,ainda assim estou agradecendo por ele.

Para quem sabe este foi meu primeiro ano completo morando em outra cidade,desde que eu saí da Capital.

20131218_213901_19341985425_o

Vista do Bairro Tatuapé-SP

Se eu me adaptei?

Ainda não;sigo tentando me adaptar nos pequenos detalhes.Isso me ensinou que não posso ser apegada nos lugares,nas coisas e nas pessoas.É preciso desprender-se.Isso soa tão complicado quando rola sentimento,e quando se trata de uma escorpiana intensa em suas emoções e presa em sentimentos.

Se eu gosto daqui ? Sim, eu tento tirar algum conteúdo bom de tudo que acontece comigo,e analisar as coisas boas,como a qualidade de vida de viver em uma cidade menor é uma delas,tem lugares legais e coisas diferentes para conhecer.

E por incrível que pareça o que eu mais estranho até hoje,são as pessoas,e seus diferentes jeitos de lidar com as situações. Aqui senti muita dificuldade em fazer amizade,as pessoas são mais fechadas e as vezes até tem medo de que seu contato seja apenas por algum interesse. Nesta parte eu estranhei demais,e ainda não me acostumei,lembro de todos os dias sair para trabalhar em São Paulo,e a cada ponto de ônibus ,cada padaria um contato diferente,uma conversa boa,um sorriso e até mesmo um desabafo cotidiano do metrô. Sinto saudades do calor humano paulistano!

Até sobre inserção em grupos,de trabalho,faculdade,rua e etc,aqui é diferente. São Paulo não existe muito grupos da faculdade,ou do trabalho,é uma mistura de conhecida da feira,com o cara que trabalhou comigo,típico mistureba de conteúdos e no final sempre deu certo. Aqui por mais perto que seja da Capital,a cultura é diferente.

image-1

Eu,Parque Trianon-MASP

Este ano eu tive contato com coisas diferentes,pessoas e situações pelas quais nunca havia passado.Aprendi que somos muito para nós mesmos e que devemos valorizar isso todo dia,tipo reafirmação do espírito.

Processed with VSCOcam with t1 preset

Tomei mais café este ano,do que nos outros vinte e cinco que vivi.

Passei a acordar mais cedo do que eu podia imaginar.

Perdi o pique em relação as noites,as coisas e algumas pessoas.

Aceitei fatos,que eu imaginava que não seria capaz de aceitar.

Conheci o boxe como esporte,e por mais que eu achei que ia detestar,acabei viciando.

Conheci pessoas boas,e pessoas ruins.

Me apaixonei,e desapaixonei.

Me toquei que perdi oportunidades,e me toquei tarde demais.

Perdi uns 60% do que eu tinha de paciência,isso é muito negativo.

Passei a entender o verdadeiro sentido da frase “São tempos difíceis para sonhadores”

Andei por onde eu jamais imaginava.

Não viajei este ano a passeio,somente a trabalho. Uma pena!

Rasguei o RG várias vezes esse ano,aquela cachinhos dourados do RG,não sou EU.

image-2

Emagreci 10 kgs,coloquei piercing,tingi o cabelo e me tatuei.É realmente essa de cima não sou mais EU.

15747551_1168503909884608_6802486998908449506_n

Algumas coisas mudaram,mas tem coisas que NÃO MUDAM,e eu fico feliz por ter enfrentado tanta tempestade este ano e me mantido firme. Isso me mostra que por mais que eu me ache fraca,eu ainda estou resistindo tudo,até o arco íris chegar ❤

Da série coisas que eu fiz,lugares onde fui,pessoas que eu conheci poderia preencher este post de uma forma tão imensa que eu não saberia descrever,por isso meu sentimento de gratidão é o que fica deste ano,destas pessoas,até as que me fizeram mal e me ensinaram algo,que eu precisava aprender,os locais que eu pude conhecer,as pessoas que me permitiram criar sentimentos,os sabores que eu pude provar,as cervejas,os vinhos,os dias frios para apreciar,os sorrisos e histórias que eu ouvi,e que pude contar,o céu lindo todo dia,independente de sua cor.A brisa leve e passageira,as coisas que ficaram e as que foram embora.

Gratidão 2016.

 

Despeço me deste ano e deste post,com um texto do Diego Vinicíus que diz apenas tudo que eu tentei dizer!

Até Logo.

img_20161014_100902_30021797170_o

 

 

 

 

Os nossos,que impedem de chegar (…)

83630c2f7abb24561d76ad3e08779360

Desacelerei o caos, e a cada detalhe estamos novamente a recomeçar,

Por onde está aquela nossa coragem de ser fulgáz?

Perdi meus passos nos medos dos outros, joguei a toalha e enfim não quero pensar.

Nesse cotidiano de razões momentâneas, desisti de alertar.

Minhas angustias pretendem não terminar.

E nesse rumo que andamos,quem sabe um dia consigo voar!

Desses medos bobos,que nos impedem de chegar,

deles sim,quero me livrar!

ab9bf07bf2a4a89de69d56d5ce4adb51

Acordei com essa música na cabeça,uma dose de reflexão e milhões de pensamentos!

Eu escolhi ir …

14117791_1052244194843914_4226171468488294074_n

Eu escolhi ir ,por mais que ficar seja reconfortante (…)

Quantas vezes já nos passou pela cabeça a dúvida cruel,entre ir ou ficar?

Tanto se diz a respeito do que fazer,ou não fazer nesse caos frenético de emoções qual vivemos na atualidade.

O que eu digo? Sua escolha sempre será a melhor. A correta. O coração mesmo as vezes inconsequente,sempre tem uma bagagem para deixar.

(…)

“Escolhi ir embora de barulhos desnecessários que machucam a mente,

De fatos desordenados que apontam confusões externas.

Ir embora de um lugar que não te faz bem,sair do vazio,respirar.Fazer a gota d´água te pirar.

As vezes é só ausência de loucura.Aqueles vinte minutos que você precisa surtar para refletir e mudar sobre todo barulho lá fora.

É só excluir o raso,e aquele morninho que nunca pega fogo.

O fogo queima,mais as vezes é de fogo que você precisa para flutuar.

Ir embora de coisas que já não se encaixam mais.

A velha história de que roupas apertadas machucam,caem como uma luva para relacionamentos,situações,e pessoas.

Ir embora do que você não quer para você.

E por que querer para o outro,o que não serve nem para você?

Sem fardos pesados,a gente caminha mais rápido.

Ir embora do que não é subjetivo!

Pra que se esconder de um eu que te sustenta a vinte e poucos anos?

Um eu,agradável ou não,que permanecerá com você pelo resto de sua vida…então comece se despir. Fique nu e a vontade para quem quiser te ver com os verdadeiros olhos.

Ir embora pode doer,e por tão reconfortante que seja ficar ,a dor sempre se faz necessária para chacoalhar a mudança interna e externa dos pensamentos.

Todo dia é dia de ir,e voltar.

Em todas as situações sempre há uma maneira de contornar.

E hoje,você vai ou fica?

(…)